terça-feira, 13 de maio de 2014

Dia das Mães no Colégio Gonçalves Lêdo.


| Mãe |


Para Sempre.

Por que Deus permite que as mães vão-se embora?
Mãe não tem limite, é tempo sem hora,
luz que não apaga quando sopra o vento
e chuva desaba, veludo escondido na pele enrugada,
água pura, ar puro, puro pensamento. 

Morrer acontece com o que é breve e passa sem deixar vestígio.
Mãe, na sua graça, é eternidade.
Por que Deus se lembra - mistério profundo - de tirá-la um dia?
Fosse eu Rei do Mundo, baixava uma lei:
Mãe não morre nunca, mãe ficará sempre
junto de seu filho e ele, velho embora,
será pequenino feito grão de milho.

[Carlos Drummond de Andrade]


Olá pessoal!
O Drummond falou com o coração, e os filhos fizeram a sua parte. Homenagear, presentear, e amar a mulher mais importante das nossas vidas, não é obrigação, na realidade é um prazer imenso poder retribuir o carinho que cada um recebe desde sempre.
E este ano não foi diferente, o Colégio Gonçalves Lêdo, através de sua equipe de professores e cordenação, fez uma festa linda, a qual foi devidamente registrada em foto e vídeo. Vamos rever a emoção fotografada?!


 





































E foi assim, muita alegria, muita emoção, choro e riso para todos os lados!!! 
Ah, faltou o vídeo. Aguardem um pouquinho só.

Obrigado às mamães que puderam vir, e se emocionar com mais uma festa do Colégio Gonçalves Lêdo, e a todos os que participaram e também puderam sentir que a energia do amor encanta, e presenteia aos que se deixam envolver por ela.

Um forte abraço, fiquem bem!
Equipe CGL. 

Colégio Gonçalves Lêdo.

segunda-feira, 5 de maio de 2014

Física é bom!


| Calculando o bem! |


Olá gente!!
Meu nome é Wanderson P. Queiroz, atuo como professor na disciplina de física nesta renomada instituição de ensino, minhas atividades começaram em 2000 no Colégio Gonçalves Lêdo em Jardim Catarina, bairro da Cidade de São Gonçalo.
Em 2002 fui transferido para o Gonçalves Lêdo de Parada 40, onde nestes 14 anos tive o prazer de vivenciar a vitória de muitos alunos, ser testemunha ocular da competência e dedicação de todos os profissionais, e por aqueles que aqui passaram onde deixaram um legado de competência e aprendizagem.
Aos meus eternos coordenadores pedagógicos, aproveito a oportunidade de agradecer por todos os momentos de convívio, de carinho e compreensão.
Bem, como é de praxe tenho que declarar momentos marcantes. Existem vários, vou relatar alguns: As excursões pedagógicas referente à Casa da Descoberta, e as festas de confraternização de final de ano...
Poderia me estender por várias linhas, porém, deixarei uma equação que resume  tudo aquilo que sinto, expressada numa formula de estrema relação.


A imaginação é mais importante que o conhecimento. Conhecimento auxilia por fora, mas só o amor socorre por dentro. Conhecimento vem, mas a sabedoria tarda. "Albert Einstein"

Um forte abraço!!!
Wanderson P. Queiroz

Equipe CGL.

quarta-feira, 16 de abril de 2014

Feliz Páscoa!


| Tríduo Pascal |

"E o amor virou pão, a paz o vinho, e a verdade o caminho a seguir..." [BR]


Cristo nos libertou da escravidão do pecado, do poder da morte e nos deu nova vida.

Ao deixar se pregar na cruz na pessoa do seu Filho, Deus nos revelou o seu infinito amor.
“Ninguém tem maior amor do que aquele que dá a vida por seus amigos.” (Jo 15,13).

Pela paixão e morte de Cristo na cruz, Deus penetra no mais profundo da dor humana.

A vitória, pois a morte não tem domínio sobre aqueles que pertencem a Jesus.
“Quem conhece a Páscoa, isto é, o mistério da morte e da ressurreição de Jesus, não pode perder a esperança e a alegria.”

Feliz e Santa Páscoa!

Equipe CGL.

Colégio Gonçalves Lêdo.

terça-feira, 25 de março de 2014

Nossa língua Portuguesa...


| Isto é Comunicação! |


Olá amigos!!!
Meu eu nome é Ana Claudia dos Santos Fonseca De Souza, sou professora de língua Portuguesa e Literaturas de Língua portuguesa, atualmente atuando como professora na disciplina de Redação desta Instituição de ensino desde o ano de 2009.
Venho por meio deste convite, ressaltar a importância da comunicação escrita nos dias de hoje, não esquecendo que em todas as profissões é dada a melhor posição aqueles que são melhores comunicadores, ou seja, para se estar à frente é preciso falar, e principalmente escrever bem.
Tenho visto que muitos alunos encontram grandes dificuldades em passar para o papel, mesmo sabendo a matéria, por possuírem baixo desempenho em questões dissertativas, o que dificulta e muito, pois não respondem de forma clara ao que foi pedido. A mensagem é, se você quiser ter sucesso, você tem que saber escrever bem para deixar uma boa impressão a quem lê.
Para que estendamos melhor todo esse mecanismo, existem algumas regras que são fundamentais, mas com certeza o seu conhecimento de mundo o ajudará e muito nessa trajetória, então fique sempre atento aos noticiários, sejam eles de TV, jornais, revistas ou internet, seja um bom leitor procurando sempre por novas tendências, mas não esquecendo os clássicos da nossa literatura que sempre são citados em qualquer concurso ou avaliações anuais, e lembre-se:

“Escrever é uma prática social que consiste, em boa medida, em escrever contra, sobre, a favor, ou, mais simplesmente, a partir de outros textos. Não há escrita sem polêmica, retomada, citação, alusão etc. Ninguém escreve a partir do nada, ou a partir de si mesmo”. (UNICAMP, 2001)
“Qualquer um de nós senhor de um assunto é, em princípio, capaz de escrever sobre ele. Não há um jeito especial para a redação, ao contrário do que muita gente pensa. Há apenas uma falta de preparação inicial, que o esforço e a prática vencem”. (Mattoso, 2001, p.61) 
      
Então para vocês 10 dicas bem básicas.

1) Na dissertação, não escreva períodos muito longos nem muitos curtos isso ajudará na pontuação.

2) Na dissertação, não use expressões como “eu acho”, “eu penso” ou “quem sabe”, que mostram dúvidas em seus argumentos.

3) Uma redação “brilhante” mas que fuja totalmente ao tema proposto será anulada.

4) É importante que, em uma dissertação, sejam apresentados e discutidos fatos, dados e pontos de vista acerca da questão proposta.

5) A postura mais adequada para se dissertar é escrever impessoalmente, ou seja, deve-se evitar a utilização da primeira pessoa do singular.

6) Na narração, uma boa caracterização de personagens não pode levar em consideração apenas aspectos físicos. Elas têm de ser pensada como representações de pessoas, e por isso sua caracterização é bem mais complexa, devendo levar em conta também aspectos psicológicos de tipos humanos.

7) O texto dissertativo é dirigido a um interlocutor genérico, universal; a carta argumentativa pressupõe um interlocutor específico para quem a argumentação deverá estar orientada.

8) O que se solicita dos alunos é muito mais uma reflexão sobre um determinado tema, apresentada sob forma escrita, do que uma simples redação vista como um episódio circunstancial de escrita.

9) A letra de forma deve ser evitada, pois dificulta a distinção entre maiúsculas e minúsculas. Uma boa grafia e limpeza são fundamentais.

10) Na narração, há a necessidade de caracterizar e desenvolver os seguintes elementos: narrador, personagem, enredo, cenário e tempo.

Vamos a um pouquinho de poesia.

Tecendo a Manhã
[João Cabral de Melo Neto]

1.
Um galo sozinho não tece uma manhã:
ele precisará sempre de outros galos.
De um que apanhe esse grito que ele
e o lance a outro; de um outro galo
que apanhe o grito de um galo antes
e o lance a outro; e de outros galos
que com muitos outros galos se cruzem
os fios de sol de seus gritos de galo,
para que a manhã, desde uma teia tênue,
se vá tecendo, entre todos os galos.

2.
E se encorpando em tela, entre todos,
se erguendo tenda, onde entrem todos,
se entretendendo para todos, no toldo
 (a manhã) que plana livre de armação.
A manhã toldo de um tecido tão aéreo
que, tecido, se eleva por si: luz balão.

Fazendo uma análise bem superficial de uma poesia tão complexa, posso dizer que a linguagem é a capacidade de estabelecermos comunicação, então uma pessoa sozinha não constrói um novo dia, ela precisará de outras pessoas. Daí a palavra texto que vem do Latim texere (construir, tecer). Quando falamos através da língua que é um sistema de signos linguísticos que combinados formam as palavras e essas palavras agrupadas formam o texto.
Quando dominamos a linguagem e através da língua e da fala nos expressamos como indivíduo, não há barreiras, seremos livres e nos elevaremos como diz a poesia “Luz balão”.

Até a próxima!

Um beijo e um forte abraço da professora
Ana Claudia S. F. de Souza.

Equipe CGL.

segunda-feira, 17 de março de 2014

Uniformes.

| Novos Uniformes |


Olá pessoal!!!

Os uniformes novos chegaram, e já estão a venda na secretaria do Colégio Gonçalves Lêdo.
Adquira já o seu!

Aquipe CGL.
Colégio Gonçalves Lêdo.

Quem sou?!


| Vocês me conhecem?! |


Era uma vez, uma menina sapeca e curiosa, que outrora sentada na mesma carteira que vocês, aprendeu a ler e somar.
E de tanto tentar estudar, descobriu que a melhor maneira de aprender era compartilhando o que já sabia com os outros, já que os outros, repartiam com ela o que tinham aprendido também. Essa lição ela leva hoje para a escola.
Em pé na sala de aula, ela só espera que vocês, alunos, vejam-na como aquela mesma menina sapeca e curiosa
Já adivinharam que é?

Deixo essa palavras de Albert Einstein para vocês refletirem.
“Tenha em mente que tudo que você aprende na escola é trabalho de muitas gerações. Receba essa herança, honre-a, acrescente a ela e, um dia, fielmente, deposite-a nas mãos de seus filhos.”

Érica Mira
[Profª de Ciências, Biologia e Química]